Filha de Fujimori pede proteção

Keiko Sofía Fujimori, a filha do destituído presidente peruano Alberto Fujimori, sente-se ameaçada por Vladimiro Montesinos e pediu a seus advogados que busquem garantias para sua vida. "Já iniciamos os trâmites junto à Prefeitura de Lima. Estamos pedindo garantias pessoais, pois possivelmente as ameaças começarão a se aprofundar porque a prisão de Vladimiro Montesinos não significa que sua rede de corrupção ficou inativa", disse o advogado Alberto Bautista.Os temores de Keiko, de 26 anos, surgiram depois de uma rede de tevê ter informado que Montesinos teria acusado a filha de Alberto Fujimori, de ter roubado a fita de vídeo que mostrava o ex-assessor de inteligência do Peru subornando um parlamentar, iniciando o escândalo que ficou conhecido como "vladivídeos", que culminou na destituição do presidente. Imediatamente, o congressista que tornou pública a fita desmentiu a informação.A fita mostrava Montesinos subornando Alberto Kouri para que saísse de seu partido e se unisse à fileira governista. A crise política gerada pelo vídeo culminou na destituição de Fujimori pelo Congresso por incapacidade moral.Bautista, advogado de Susana Higuchi, ex-mulher do Fujimori, atribuiu a acusação a um possível desejo de vingança de Montesinos, réu em 52 processos por acusações de enriquecimento ilícito, corrupção de funcionários, tráfico de armas e lavagem de dinheiro, entre outros.Entre as diversas versões relacionadas à forma como a fita chegou às mãos da oposição, a de maior consistência é a que sustenta que um grupo de oficiais navais do serviço de inteligência que discordavam da atuação de Montesinos seria responsável.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.