Filha de Raúl Castro consegue visto para os EUA

Uma pessoa ligada a Mariela Castro, filha mais velha do presidente de Cuba, Raúl Castro, disse que os Estados Unidos concederam a ela um visto para participar de uma conferência em São Francisco e de um evento em Washington.

AE, Agência Estado

17 Maio 2012 | 12h50

Mariela é uma conhecida defensora dos direitos dos gays. Mas sua presença na reunião da semana que vem da Associação para Estudos Latino-americanos em São Francisco já é criticada por políticos cubano-americanos.

A filha do presidente dirige o Centro Cubano para Educação Sexual. Uma funcionário da organização disse nesta quinta-feira que Mariela obteve permissão e participará da conferência, assim como de um evento em Washington. A funcionária falou em condição da anonimato porque não está autorizada a falar sobre o assunto.

Funcionários da Seção de Interesses Norte-americanos em Havana e do Departamento de Estado negaram-se a falar sobre o assunto. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
CubaEUAvistoMariela Castro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.