Filho de banqueiro é seqüestrado e morto na Alemanha

O corpo do herdeiro do grupo financeiro Metzler foi encontrado, esta manhã, pela polícia na região norte de Frankfurt, quatro dias depois de o garoto de 11 anos ter sido seqüestrado, em troca do pagamento de um resgate de 1 milhão de euros (US$ 988 mil). O corpo, descoberto em um estaleiro em um pequeno lago a 60 quilômetros a nordeste de Frankfurt, foi identificado como sendo de Jakob von Metzler, o filho de Friedrich e Silvia von Metzler, de acordo com autoridades locais. O Metzler Bank, com sede em Frankfurt, é um dos bancos mais antigos da Alemanha e está no ramo há 325 anos. O garoto desapareceu na manhã de sexta-feira quando voltava do colégio Carl Schurz para sua casa e, segundo autoridades, teria sido morto no dia do seqüestro. Momentos após seu desaparecimento, a família recebeu uma carta com o pedido de resgate. O caso só foi revelado ontem, após Jakob não ter sido libertado mesmo com o pagamento do resgate.Vários seqüestros lucrativos ocorreram na Alemanha na última década, incluindo a de Peter Fiszman, de 6 anos, e de uma colegial em Colônia. Eles foram libertados dois dias após o seqüestro, depois do pagamento de resgates. O tio de Jakob, Jakub Fiszman, que administra negócios no ramo de exportações e eletrônicos, foi seqüestrado e encontrado morto em outubro de 1996, mesmo depois de a família ter pago um resgate de US$ 2,6 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.