Brian Snyder/Reuters
Brian Snyder/Reuters

Filho de Bo Xilai sai em defesa do pai na China

Bo Guagua, de 24 anos, disse considerar difícil acreditar nas acusações apresentadas contra o pai

Ricardo Gozzi, Agência Estado,

30 de setembro de 2012 | 19h41

PEQUIM - Bo Guagua saiu neste domingo, 30, em defesa de seu pai, o carismático líder maoista Bo Xilai, e questionou as acusações apresentadas pelo Politburo do Partido Comunista chinês para justificar sua expulsão das fileiras da legenda. O jovem de 24 anos disse considerar difícil acreditar nas acusações apresentadas contra seu pai na sexta-feira. "Elas contradizem tudo que sei sobre ele", afirmou Bo Guagua em declaração publicada no microblog Tumblr.

Na sexta-feira, a direção do Partido Comunista expulsou Bo Xilai e informou que ele enfrentará acusações criminais que incluem acobertamento de assassinato, corrupção, abuso de poder e relações impróprias com "várias mulheres".

Bo Xilai, de 63 anos, era cotado para assumir algum dos principais cargos do governo da China na transição programada para este ano até que caiu em desgraça por causa do maior escândalo político do país em décadas.

"Apesar de as políticas promovidas por meu pai estarem abertas a debate, o pai que eu conheço é sincero em suas ideias e devotado a suas funções", prosseguiu Bo Guagua, no Tumblr. Acredita-se que o filho de Bo Xilai, educado na Universidade Harvard, esteja atualmente nos Estados Unidos.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaBo Xilai

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.