Filho de Kadafi e 3 netos morrem em ofensiva da Otan

O ditador líbio, Muamar Kadafi, sobreviveu a um ataque aéreo da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) neste sábado, mas seu filho mais novo e três netos morreram, e parentes e amigos ficaram feridos, disse um porta-voz do governo líbio, Moussa Ibrahim. Kadafi e sua mulher estavam em Trípoli, na casa de seu filho Saif al-Arab Kadafi, de 29 anos, quando o local foi atingido por pelo menos um míssil disparado por uma avião de guerra da Otan, de acordo com Ibrahim.

Agência Estado

30 de abril de 2011 | 20h55

"O líder está em boas condições de saúde", disse o porta-voz, sobre Kadafi. "Ele não foi ferido. Sua esposa também está bem", acrescentou. "O ataque resultou no martírio de Saif al-Arab Kadafi, de 29 anos, e três netos do líder", disse Ibrahim, referindo-se ao filho de Kadafi como um estudante. A casa de um andar em um bairro residencial de Trípoli ficou bastante destruída.

Saif era o sexto filho de Kadafi. Ele passou boa parte de sua vida na Alemanha nos últimos anos. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
KadafiLíbiaOtanataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.