Filho de presidente da Coréia do Sul condenado por corrupção

Kim Hong-gul, o filho caçula do presidente da Coréia do Sul, Kim Dae-jung, foi condenado hoje a 2 anos de prisão, em regime de liberdade condicional, por ter aceitado subornos de empresários. O tribunal também impôs a Kim multas no valor de US$ 160 mil pelo delito de evasão de impostos. Kim é o segundo dos três filhos do presidente sul-coreano a enfrentar acusações de corrupção.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.