Filho de Sarkozy é eleito para conselho de administração

Jean Sarkozy, o filho do presidente da França, Nicolas Sarkozy, foi eleito hoje para o conselho de administração do principal distrito de negócios da Europa. Um dia antes, Jean desistiu de concorrer à presidência do distrito de negócios de La Défense, em meio às acusações de nepotismo.

AE, Agencia Estado

23 de outubro de 2009 | 15h48

Jean foi eleito por 30 votos da direita, no conselho regional de 45 membros de Hauts-de-Seine. Aos 23 anos, ele foi ontem à televisão para anunciar que não pretendia mais concorrer à direção do órgão, pois não queria uma vitória "manchada" por suspeitas de favoritismo.

O filho do presidente denunciou uma "campanha de manipulação e desinformação" contra ele. Porém admitiu, sem explicar melhor, que houve um "elemento de verdade" na chuva de condenações.

Os críticos alegavam que a candidatura dele, que está no 2º ano de Direito e já repetiu de ano duas vezes, era uma mostra que a França está se tornando uma "república das bananas" controlada pelo presidente de direita. Sarkozy está no meio de seu mandato de cinco anos à frente da nação.

O Escritório Público de Organização de La Défense (Epad) gerencia os investimentos de 1,5 mil multinacionais instaladas em La Défense. A EPAD tem, entre suas tarefas, o monitoramento da construção da ultramoderna Signal Tower, desenhada pelo arquiteto Jean Nouvel. O governo planeja ampliar a área de atuação da Epad para que ela também monitore metade do distrito vizinho de Nanterre, dominado pelos comunistas. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
FrançaSarkozyfilho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.