Juan Barreto / AFP
Juan Barreto / AFP

Filho e mulher de Maduro estão entre os membros eleitos da Constituinte

Cilia Flores e Nicolás Ernesto Maduro Guerra foram alguns nomes escolhidos para redigir a nova Constituição da Venezuela

O Estado de S.Paulo

02 Agosto 2017 | 10h21

CARACAS - "Nicolasito" Maduro, filho do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, foi eleito membro da Assembleia Constituinte, que redigirá a nova Constituição do país, anunciou a autoridade eleitoral na terça-feira 1.º.

O único filho do mandatário acompanhará a primeira-dama, Cilia Flores, no órgão formado por 545 membros, que funcionará como um "superpoder".

Nicolás Ernesto Maduro Guerra, de 27 anos, entrou na política com a sua candidatura à Constituinte. Ele concorreu na eleição setorial como representante da administração pública, na qual trabalhou desde que seu pai chegou ao poder, em 2013, ocupando altos cargos criados pelo presidente.

O agora membro da Assembleia era praticamente um desconhecido, embora há alguns anos tenha ganhado atenção após a circulação de imagens que mostravam ele recebendo uma "chuva de dólares" enquanto dançava em uma festa de casamento.

Em sua biografia no Twitter, “Nicolasito” afirma que é graduado em Economia, flautista do aclamado sistema de orquestras juvenis e "soldado de Chávez até além da vida".

Quase 67% da Assembleia Constituinte é formada por representantes eleitos em municípios, entre os quais está Cilia Flores e outros nomes importantes do chavismo. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.