Filho seqüestra pai e cobra resgate da mãe na Malásia

Um estudante universitário seqüestrou seu pai e exigiu que a mãe pagasse um resgate de 50.000 ringgits (pouco mais de US$ 13.000) antes de ser detido pela polícia, informou a imprensa malaia nesta quinta-feira. Jacob Jebaraj, de 20 anos, foi acusado perante um tribunal, ao lado de cinco amigos, pelo seqüestro de Ponusamy Nalathamby, de 53. O crime foi cometido em 1º de julho no povoado de Tampoi, cerca de 220 quilômetros ao sul de Kuala Lumpur. Os seis podem ser condenados à prisão perpétua ou à morte, se forem considerados culpados. O juiz Nuaman Mahmud ordenou que o processo seja iniciado em 10 de outubro, informou a imprensa local. Os suspeitos são acusados de manter Ponusamy em cativeiro durante uma noite até que sua esposa pagasse o resgate. A polícia deteve os suspeitos alguns dias depois e recuperou pouco mais de um terço do dinheiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.