REUTERS/Goran Tomasevic
REUTERS/Goran Tomasevic

Filial da Al-Qaeda na Síria anuncia ofensiva no país após retirada das tropas russas

Jihadistas e grupos islamistas aliados perderam vários setores na província de Latakia e Alepo

O Estado de S. Paulo

15 de março de 2016 | 14h23

BEIRUTE - Os jihadistas da Frente Al-Nusra, braço sírio da Al-Qaeda, anunciaram que lançarão uma ofensiva no país nas próximas 48 horas, de onde a Rússia, aliada do regime, está retirando suas tropas.

"Está claro que a Rússia sofreu uma derrota, e nas próximas 48 horas a Frente Al-Nusra lançará uma ofensiva na Síria", afirmou nesta terça-feira, 15, um comandante do grupo extremista.

Em razão dos bombardeios russos na Síria desde 30 de setembro, a Al-Qaeda e os grupos islamistas aliados perderam vários setores na província de Latakia, no oeste do país, assim como grande parte da província de Alepo, ao norte.

O comandante, que pediu para não ser identificado, lembrou que seu grupo "não está comprometido" com o cessar-fogo que entrou em vigor em 27 de fevereiro por iniciativa de Rússia e EUA. /AFP

Tudo o que sabemos sobre:
jihadistasAl-QaedaSíriaAl-Nusra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.