Filipinas anunciam retirada de tropas no Iraque

As Filipinas anunciaram nesta quarta-feira que vão retirar antecipadamente suas tropas de paz no Iraque, em um aparente esforço para satisfazer as exigências de seqüestradores que ameaçam matar um motorista de caminhão filipino. A saída de um dos aliados que apoiam com mais veemência a guerra declarada pelos Estados Unidos contra o terrorismo pode ser um golpe duro para a coalisão encabeçada pelo governo de George W. Bush. O anúncio foi feito poucas horas depois de militantes iraquianos afirmarem que haviam matado um refém búlgaro e ameaçarem matar o oficial filipino em 24 horas, informou a rede de TV Al Jazira. ?O ministério de Assuntos Exteriores está coordenando a retirada do contingente humanitário com o ministério da Defesa Nacional?, disse o governo filipino em um comunicado, que não deixou claro se a desocupação já havia começado e se inclui todos os oficiais que atualmente estão no Iraque. O prazo imposto pelo Exército Islâmico Iraquiano - Khaled bin Al-Waleed para que as Filipinas se posicionasse terminou nas primeiras horas de terça-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.