Filipinas apoia aumentar importância do exército japonês

O presidente das Filipinas, Benigno Aquino III, endossou a pressão do primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, para ampliar a importância do exército japonês.

AE, Agência Estado

24 de junho de 2014 | 04h37

Após encontro com Abe, Aquino mostrou apoio à proposta de reinterpretar a constituição pacifista do Japão, de modo a permitir que os militares defendam não apenas o Japão, mas também aliados sob ataque. O presidente filipino afirmou que as nações amigas só tem a se beneficiar com essa reinterpretação.

O partido de Abe enfrenta difíceis negociações sobre o tema com a coalizão. Sob a atual interpretação, o Exército somente pode utilizar a força para defender o Japão.

O apoio de Aquino vem em um momento no qual Japão e Filipinas estreitam os laços face à expansão militar da China, que se engaja em disputas territoriais com as duas nações. Nenhum dos dois mencionou a China. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Filipinasjapãoexército

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.