Filipinas: Estrada pediu asilo a vários países

O deposto presidente filipino Joseph Estrada pediu asilo político a vários países, segundo divulgou o jornal "The Nation", de Bangcoc. O pedido foi apresentando na semana passada para uma embaixada tailandesa em Manila, e foi imediatamente negado, de acordo com o jornal. O ?The Nation? informa que Estrada também pediu asilo político nas embaixadas da Indonésia, Brunei, Malásia e Estados Unidos. Diante da notícia, o governo filipino fez uma alerta máximo as autoridades para vigiar portos marítimos e aeroportos do país, para impedir qualquer tentativa de fuga por parte de Joseph Estrada. Ex-ator de cinema, Estrada é investigado por perjúrio, suborno, corrupção e enriquecimento ilícito. Ele nega todas as acusações. Segundo promotores, Estrada reuniu uma fortuna de US$ 300 milhões através da cobrança de suborno, durante os 31 meses em que esteve no poder. No dia 2 de março, a Suprema Corte das Filipinanas votou, por 13 votos a zero, pela ratificação da presidência de Gloria Macapagal Arroyo, que assumiu o cargo em 20 de janeiro, quando uma onda de protestos provocou a saída de Estrada. O ex-presidente afirmou que a decisão viola a Constituição. A corte também votou contra a imunidade de Estrada, por 9 a 4.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.