Filipinas: exército localiza 75 cadáveres

O exército filipino localizou oito valas comuns com os restos de pelo menos 75 cadáveres na ilha de Mindanao, no sul das Filipinas. Os corpos, entre eles de mulheres e crianças, vítimas da guerrilha comunista, foram encontrados nesta terça-feira na localidade de Opol, na província de Misamis Oriental. Um morador da região, Eduardo Bitaugan, afirmou que nos anos 80 testemunhou uma série de execuções realizadas na zona onde foram encontrados os cadáveres. Os crimes estão sendo associados aos rebeldes do Novo Exército do Povo, de ideologia comunista. De acordo com fontes do exército, Bitaugan afirmou que as mulheres foram torturadas com a ajuda de um fórceps. Outras vítimas foram feridas e enterradas vivas. Braço armado do partido comunista clandestino das Filipinas, o grupo é responsabilizado pela morte de mais de 4 mil pessoas no país.

Agencia Estado,

28 de março de 2001 | 06h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.