Filipinas: governo e rebeldes firmam acordo de paz

O governo das Filipinas e o principal grupo rebelde muçulmano do país, Frente Moro de Libertação Islâmica, fecharam nesta terça-feira um acordo onde comprometeram-se a retomar as negociações de paz. O anúncio foi feito pela presidente das Filipinas, Gloria Macapagal Arroyo. Segundo ela, o governo vai divulgar todos os detalhes do pacto quando o conselheiro presidencial para o processo de paz, Eduardo Ermita, regressar de Kuala Lumpur, onde reuniu-se na semana passada com o líderes rebeldes. O regresso de Eduardo Ermita está previsto para amanhã.Segundo Macapagal Arroyo, os rebeldes concordam em suspender todos as ofensivas contra o exército filipino e o governo na região de Mindanao, que não está incluída no acordo de cessar-fogo já firmado entre as partes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.