Filipinas intensificam ação contra as guerrilhas

A presidente filipina, Gloria MacapagalArroyo, ordenou a intensificação das operações de busca edestruição de guerrilheiros extremistas muçulmanos um dia depoisda morte de um refém americano e outro filipino. "No passado, os militares sempre evitaram disparar por causados reféns. Agora, eles podem realizar uma forte perseguição",afirmou. O missionário americano Martin Burnham morreu ontem depois deter sido mantido prisioneiro pelo grupo extremista Abu Sayyaf."Nos empenharemos até que o Abu Sayyaf seja eliminado",reiterou a presidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.