Filipinas irão reabrir fronteiras para brasileiros com estadia de até 59 dias 

Filipinas irão reabrir fronteiras para brasileiros com estadia de até 59 dias 

Série de diretrizes para as entradas temporárias no país serão aplicadas a partir de 1º de dezembro

Redação, O Estado de S.Paulo

26 de novembro de 2021 | 02h40

As Filipinas, na Ásia, vão reabrir suas fronteiras para alguns turistas estrangeiros a partir de 1º de dezembro, anunciaram as autoridades governamentais na sexta-feira, 26. Entre os selecionados, brasileiros e israelenses serão os maiores beneficiados, podendo permanecer por até 59 dias na região devido a acordos existentes entre os países. 

Conforme o porta-voz presidencial em exercício, Karlo Nograles, estrangeiros vacinados de países considerados de baixo risco pelas Filipinas para covid-19 terão permissão média para permanecer por um período inicial de 15 dias, a exemplo dos australianos, alemães e italianos.

O Departamento de Relações Exteriores das Filipinas publicou uma série de diretrizes para as entradas temporárias no país, a exemplo da necessidade dos turistas possuírem bilhetes válidos para sua viagem de retorno e passaportes válidos com validade superior a 6 meses além do período de estadia contemplado.

Portadores de passaportes administrativos especiais (SAR) de Hong Kong e portadores de passaportes da Região Administrativa Especial (RAE) de Macau, província da China, estão autorizados a entrar nas Filipinas sem visto para uma estadia que não ultrapasse 14 dias. Já os portadores de passaportes portugueses de Macau e portadores de passaportes britânicos de Hong Kong não poderão ficar no país sem visto por mais de sete dias. / REUTERS. Colaborou Júnior Moreira Bordalo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.