Filipinos resgatam 4 reféns de rebeldes islâmicos

Soldados filipinos resgataram neste domingo quatro reféns filipinos, durante uma operação de busca de guerrilheiros extremistas islâmicos, nas selvas da província de Basilan, afirmaram militares. O resgate e a fuga dos quatro reféns suscitaram esperanças de que outras pessoas, que permanecem como reféns - incluindo um casal de norte-americanos -, possam ser resgatados em breve. Segundo os militares, o cerco em torno do grupo islâmico rebelde Abu Sayyaf está se apertando. A organização, pequena mas violenta, tem ligações com Osama bin Laden, o dissidente saudita suspeito de ter tramado os ataques terroristas de 11 de setembro aos Estados Unidos. "Estamos presenciando o começo do fim", afirmou o assessor para Segurança Nacional, Roilo Golez. Os soldados conseguiram resgatar o funcionário hospitalar Joel Guillo e os fazendeiros Reynaldo Ariston, Ruben Baldesamos e Rodrigo Solon, durante uma operação de busca dos guerrilheiros do grupo Abu Sayyaf, no vilarejo de Lumbang, na cidade costeira de Lantawan, província de Basilan.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.