'Fim do mundo' em 2012 faz proliferar seitas apocalípticas na França

Estudo entregue ao governo francês afirma que poderes públicos devem 'aumentar vigilância'

Efe,

15 de junho de 2011 | 14h31

PARIS - As profecias sobre o fim do mundo, prevista por gurus apocalípticos para o dia 21 de dezembro de 2012 de acordo com o calendário maia, têm aumentado o surgimento de seitas na França, segundo um relatório oficial apresentado nesta quarta-feira, 15, que recomenda maior vigilância sobre elas.

 

Diante desse fenômeno, os poderes públicos devem "aumentar a vigilância" contra "atos extremos" que podem ser cometidos pelos cidadãos conduzidos por esses discursos milenaristas, adverte o relatório anual da Missão Interministerial de Luta contra as Seitas (Miviludes), entregue nesta quarta-feira ao governo francês.

 

O estudo assinala que o dia 12 de dezembro do ano que vem, quando termina o calendário maia, representa a 183ª data já anunciada como dia do fim do mundo desde a queda do Império Romano.

 

No entanto, a proliferação das novas tecnologias promoveu a profecia de 2012 com "uma ressonância amplificada", enquanto a crise econômica mundial e as catástrofes naturais dão aos cidadãos "uma razão extra para crer no fim do mundo".

 

O relatório aponta que, no ano passado, foram registrados 2,5 milhões de sites referentes ao fim do mundo em dezembro de 2012. As seitas que se baseiam em previsões apocalípticas são "mais alienantes e mais manipuladoras que as outras" e suas estruturas são "mais histéricas e fanáticas", acrescenta o estudo.

 

Na França, é muito lembrado o suicídio coletivo de 16 membros da seita da Ordem do Templo Solar na colina de Isère, perto da fronteira franco-suíça, que se atearam fogo em 1995. O relatório também alerta contra os "dramas individuais" de muitas pessoas que decidem "romper com sua vida" para chegar a provocar a própria morte.

 

A Miviludes mantém atenção especial sobre a localidade de Bugarach, uma pequena comuna do sudeste da França situada junto a um penhasco considerado por diversas profecias que circulam pela internet como o único lugar que se salvará do apocalipse de dezembro de 2012.

 

O povoado, de menos de 200 habitantes, viveu nos últimos meses uma explosão da demanda imobiliária. Além disso, proliferam os pedidos de reservas de quartos para essa data na localidade, disse, em entrevista ao jornal Le Figaro, o prefeito da comuna, Jean-Pierre Delord.

 

"Ligam para pedir um quarto e reservas de alimento para dezembro de 2012", afirma o político. Segundo ele, a localidade tornou-se nos últimos meses um destino de peregrinação para diversos grupos esotéricos.

 

Bugarach, com altitude aproximada de 1.230 metros, também foi assinalada na internet como uma garagem de ovnis e como a porta para uma civilização desaparecida.

Tudo o que sabemos sobre:
fim do mundoFrança. apocalipse

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.