Financiador de democratas é acusado de fraude

O chinês Norman Hsu, um conhecido empresário que arrecadava fundos para campanhas democratas, foi acusado formalmente ontem de violar a lei de financiamento eleitoral dos EUA e criar um esquema ilegal de investimentos que fraudou cidadãos americanos em US$ 60 milhões. Foragido desde 1992, Hsu tinha sido preso na Califórnia, em agosto.

EFE e AP, O Estadao de S.Paulo

07 de setembro de 2021 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.