Finlândia concede asilo a diplomata iraniano

Um graduado diplomata iraniano, que deixou o emprego na embaixada do país, em Helsinque, disse que recebeu asilo político da Finlândia. Hossein Alizadeh afirmou que vai manter sua oposição ao governo iraniano e que vai viver no país europeu com sua mulher e seus três filhos.

AE, Agência Estado

28 de outubro de 2010 | 15h56

Alizadeh disse que deixou o posto de número 2 na representação diplomática no mês passado por causa das ações do governo contra as manifestações contrárias à reeleição do presidente Mahmoud Ahmadinejad, no ano passado. Ele afirmou hoje que a eleição foi fraudulenta e que ele foi um dos três diplomatas iranianos na Europa a deixar seus postos em razão das medidas do governo contra os dissidentes. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Finlândiaasilodiplomata iraniano

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.