Finul afirma que combates na fronteira do Líbano continuam

Os combates prosseguem neste domingo ao longo da fronteira entre o Líbano e Israel, confirmou um porta-voz da Força Interina da ONU no Líbano (Finul), que assegurou também que um grande número de civis tenta fugir da região. Milos Struger, porta-voz da força, afirmou que, apesar disso, "asituação na fronteira permanece mais ou menos estável"."Agora mesmo, nossa prioridade é tratar de ajudar os civis que tentam escapar dos combates", acrescentou o porta-voz, que lembrou que a ONU tem 2.100 soldados postados na área do conflito. Segundo a mesma fonte, o Exército de Israel tomou no sábado o controle de Maroun al-Ras, na zona central da fronteira, e de Maruahine, no litoral ocidental, embora suas tropas tenham deixado esta segunda localidade posteriormente.Fontes do Hisbolá admitiram os combates na área fronteiriça, mas insistiram que, até o momento, as Forças Armadas israelenses não conseguiram tomar posições em nenhuma localidade.O Exército de Israel advertiu no sábado aos civis de 13 localidades próximas da fronteira que abandonem a região. Os bombardeios aéreos israelenses prosseguiram neste domingo. Pelo menos uma pessoa morreu e outras duas ficaram feridas na região do vale do Bekaa, onde uma fábrica têxtil ficou completamente destruída, e no interior de Sidon.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.