Firmas russas ajudam Iraque na guerra, acusam os EUA

Os Estados Unidos acreditam que técnicos russos estão ajudando o Iraque a bloquear sinais por satélite, necessários para guiar bombas e aviões norte-americanos e britânicos, afirmou neste domingo um funcionário do governo dos EUA. Segundo ele, Washington teria provas de que funcionários de uma companhia russa estão no Iraque tentando estabelecer um sistema que interfere na tecnologia de posicionamento global norte-americano. "O sistema é complexo e há provas que eles (os técnicos russos) estão tentando desenvolver o sistema e ensinar os iraquianos a operá-lo", disse o funcionário anonimamente.Ele afirmou que não há indicações de que o governo russo esteja envolvido nos esforços, mas declarou que Moscou não está colaborando o suficiente com os EUA.O Departamento de Estado protestou hoje contra a Rússia por não ter bloqueado as vendas de armas e material militar ao Iraque. Essas vendas, divulgadas hoje pelo jornal The Washington Post, foram objeto de reclamações dos EUA em várias ocasiões. Segundo o jornal, os EUA pediram a Moscou que controle as operações de venda das empresas fabricantes de armas, que nos últimos anos venderam ao Iraque mísseis antitanque e sistemas individuais de visão noturna.Uma porta-voz do Departamento de Estado, Brenda Greenberg, disse que o governo está preocupado por essas vendas de armas e material militar, especialmente de elementos de alta tecnologia que podem "representar uma ameaça autêntica" às forças norte-americanas que combatem no Iraque. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.