Fita liga Obama a radical, diz rival

A campanha do republicano John McCain acusou na terça-feira o jornal "Los Angeles Times" de "suprimir intencionalmente" um vídeo de um jantar gravado em 2003 no qual o senador democrata Barack Obama fala de sua amizade com Rashid Khalidi, um renomado acadêmico e ativista palestino. Em abril, o jornal publicou uma reportagem sobre os vínculos de Obama com palestinos e judeus em Chicago no qual detalha as imagens contidas na fita. No entanto, o vídeo não foi divulgado pela publicação."Uma grande organização de notícias está intencionalmente suprimindo informação que poderia fornecer um vínculo mais claro entre Barack Obama e Rashid Khalidi", afirmou Michael Goldfarb, porta-voz de campanha de McCain. "A eleição é a menos de uma semana e é triste que a imprensa favoreça de maneira tão óbvia a Barack Obama."O "Los Angeles Times" responde que só não tornou público o vídeo porque a fita foi fornecida ao jornal por uma fonte confidencial sob a condição de que as imagens não seriam divulgadas. O jornal também justificou sua decisão, alegando que o conteúdo da fita foi todo descrito de maneira detalhada na reportagem publicada em abril.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.