'Flintstones' protestam contra emissão de carbono na Europa

"Fred e Wilma Flintstone" foram presosao se aproximar do Parlamento Europeu na segunda-feira,protestando contra a pressão da indústria automobilística sobreas propostas de conter as emissões de dióxido de carbono porcarros. Foram detidos seis ativistas do Greenpeace vestidos dehomens das cavernas, dentro de um carro parecido com o dosFlintstones, além de outros três manifestantes, por ofensas àordem pública, disse a polícia. Uma placa de pedra acusando os lobistas da indústriaautomobilística de ocasionar a mudança climática foi confiscadaantes de ser entregue aos parlamentares, disse uma porta-voz doGreenpeace. O parlamento europeu vai começar nesta semana as discussõessobre as leis que aplicariam multas aos fabricantes de carrosque não diminuíssem as emissões. Mas os parlamentares vão considerar emendas que enfraqueçamas propostas originais da Comissão Européia, diminuindo o valordas multas e executando as leis mais lentamente do que oproposto. Os fabricantes de carros europeus dizem que as propostasarruinam sua capacidade de competir nos mercadosinternacionais. A Alemanha prometeu apoiar seu setorautomobilístico, que produz veículos de luxo como o Porsche, aBMW e a Mercedes-Benz . "Nossos ativistas e seu veículo de zero emissão de carbonoalertam para a influência desta indústria-dinossauro sobre apolítica climática da União Européia", disse Melanie Francis,da campanha do Greenpeace no setor de transporte. (Reportagem de Pete Harrison)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.