Sergio Perez/ Reuters
Sergio Perez/ Reuters

FMI alerta para impacto negativo da independência catalã para economia espanhola

Segundo a chefe da entidade na Espanha, tensões e incertezas podem abalar previsão de crescimento de 3,1%

O Estado de S.Paulo

06 Outubro 2017 | 11h41

MADRI - O Fundo Monetário Internacional (FMI) alertou nesta sexta-feira, 6, para o risco de a crise entre autoridades autônomas catalãs e o governo central em Madri afetar a confiança e investimentos na economia espanhola, a quarta maior da zona do euro. 

Líder catalão adia pronunciamento no Parlamento regional para terça-feira

Segundo a chefe da missão do FMI na Espanha, Andrea Schaechter, antes da crise política, a previsão de crescimento para o país este ano era de 3,1%. “As tensões e incertezas sobre a Catalunha podem afetar isso”, disse. 

 Nos últimos dias, empresas catalãs expressaram seus temores sobre o impacto de uma declaração de independência sobre seus negócios na Espanha e na zona do Euro. O Banco Sabadell, o segundo mais importante da região autônoma, disse temer ficar fora da zona do euro e do Banco Central Europeu. 

O FMI elevou em junho a previsão de crescimento espanhol, com base no aumento do consumo, turismo e exportações. O país é um dos que mais cresce na zona do euro. /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.