FMI aprova US$ 1,5 bi para a Turquia

Satisfeitos com as últimas tentativas do governo da Turquia para cumprir com as exigências do programa de crédito de US$ 19 bilhões, a diretoria do FMI aprovou um repasse de US$ 1,5 bilhão para o país. Em uma nota divulgada à imprensa, o FMI disse que o governo turco terá acesso imediato ao repasse. Até agora, a Turquia sacou US$ 4 bilhões do Fundo, enquanto busca restaurar a confiança e a estabilidade de seu setor bancário e mercados financeiros. Logo depois do anúncio do FMI, foi a vez de o Banco Mundial anunciar a aprovação de dois empréstimos, que somam US$ 1,7 bilhão, para a Turquia. Desse total, US$ 1,1 bilhão será usado para ajudar os esforços do governo para fortalecer o enfraquecido sistema financeiro do país, e também para dar suporte as reformas no setor público. Os demais US$ 600 milhões serão destinados aos esforços de reforma agrícola no país, incluindo medidas para reduzir "dramaticamente" os subsídios e melhorar a produtividade no setor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.