FMI comemora compromisso do G-20 com recuperação forte e sustentável

Diretor da instituição financeira, Strauss-Kahn, acredita que cooperação vai 'impulsionar a prosperidade global'

Efe,

28 de junho de 2010 | 01h52

TORONTO, CANADÁ - O diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, deu no domingo, 27, as boas-vindas ao compromisso expressado pelo Grupo dos Vinte (G20, principais países ricos e emergentes) para sustentar a recuperação global.

Strauss-Kahn comemorou em comunicado a "determinação" dos líderes do G20 de cooperar para "impulsionar o crescimento, encorajar a criação de emprego e melhorar a prosperidade global".

"Estou particularmente animado com as conclusões da Cúpula do G20", destaca o responsável do FMI, destacando o compromisso dos líderes reunidos em Toronto como um crescimento robusto, sustentável e equilibrado.

Segundo os dados do FMI, uma "ação coletiva apropriada" poderia aumentar o PIB global em 2,5% a médio prazo, o que criaria "dezenas de milhões de trabalhos" e permitiria que milhões de pessoas saiam da pobreza.

Tudo o que sabemos sobre:
Straus-Kahn, economia, G-20

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.