FMI diz trabalhar por solução para Argentina

O diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Horst Köhler, disseque está "disposto a trabalhar para desenvolver uma soluçãosustentável para os problemas econômicos da Argentina". Em cartaenviada hoje ao presidente interino Adolfo Rodríguez Saá, odiretor-gerente manifestou também "profundo pesar pelos trágicosfatos" que aconteceram no país nos últimos dias. Horst Köhlercumprimentou Rodríguez Saá pela Presidência interina daArgentina. Para o secretário-geral, Luis LusquiÏos, a cartasignifica "a abertura do diálogo entre o FMI e o governonacional". Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.