FMI nega dificuldades argentinas

O Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou quedaqui a ?três ou quatro semanas? entregaria à Argentina US$ 1,3 bilhão, relativos àblindagem financeira concedida no início deste ano para salvar o país do perigo dasuspensão do pagamento da dívida externa.No anúncio, divulgado em Buenos Aires, o porta-voz do FMI, Thomas Dawson, negou que aArgentina possa ter dificuldades para cobrir suas necessidades financeiras de curtoprazo.O porta-voz explicou que a Argentina afirma que ?as necessidades definanciamento a curto prazo estão em bom estado?, e que essa posição argentina ?émuito confiável e digna de crédito?.Segundo Dawson, no final de abril, uma missão do Fundo irá à Buenos Aires paraconversar sobre o pacote de medidas do novo ministro da Economia, Domingo Cavallo.Enquanto isso, em Buenos Aires o governo tenta ampliar sua base de sustentaçãopolítica. Para isso, convocou para esta quinta-feira uma ?mesa de diálogo? com asprincipais lideranças empresariais e sindicais, para que expliquem os problemas quepossuem em relação à produtividade e emprego.Com eles, o governo pretende formar os?grupos de competitividade setoriais?.A convocação do governo deve-se à surgimento de dúvidas sobre a dimensão dasustentabilidade política que Cavallo poderá ter nos próximos meses.Segundoanalistas políticos, o ministro somente conseguiu a aprovação de seus poderesespeciais na Câmara de Deputados porque os assustou com o risco de suspensão depagamentos da dívida.Além disso, em um apelo com tons apocalípticos, Cavallo disse que os parlamentaresseriam os responsáveis pelo fim da conversibilidade econômica, caso não conseguisse ospoderes especiais para aplicar suas medidas.No entanto, afirmam, depois que asituação se acalmar, o apoio poderá desaparecer. Um dos fatores que contam contraCavallo é que daqui a seis meses serão realizadas eleições parlamentares.Dentro do próprio gabinete do ministro existem dúvidas. O Secretário para AssuntosLegais e Administrativos, Alfredo Castañón, reconheceu que não se sabe ?quanto tempovai durar? o apoio político obtido por Cavallo.?A maioria, por necessidade, e algunspor responsabilidade, estão nos apoiando. Mas se não existirem resultados rápidos, épossível que esse apoio fique diluído?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.