Remy de la Mauviniere/AP
Remy de la Mauviniere/AP

FMI quer escolher novo diretor na semana que vem

Órgão anunciou que vai entrevistar dois candidatos nesta semana; Lagarde, da França, é favorita

estadão.com.br,

20 de junho de 2011 | 22h01

O FMI (Fundo Monetário Internacional) anunciou nesta segunda-feira, 20, que espera tomar uma decisão sobre o nome do novo diretor-gerente até o dia 30, quinta da próxima semana.

 

De acordo com o organismo, durante esta semana dois dos principais candidatos - o presidente do Banco Central mexicano, Agustín Carstens, e a ministra das Finanças da França, Christine Lagarde - serão entrevistados.

 

A francesa é considerada favorita para substituir Dominique Strauss-Kahn, também francês, envolvido em um escândalo sexual ao ser acusado por uma camareira de estupro. O escândalo levou DSK - como é conhecido - a renunciar em maio.

 

Cartens deve se reunir com o conselho executivo do FMI na terça-feira, segundo um comunicado do órgão. A ministra francesa será entrevistada na quarta-feira. Nos encontros, Carstens e Lagarde devem apresentar suas posturas sobre os principais problemas que o FMI enfrenta. As intervenções deles serão publicadas no site do órgão, segundo a AP.

 

O FMI informou ainda que o conselho executivo vai se reunir no dia 28 de junho, terça-feira, para escolher seu novo diretor. O processo de escolha deve terminar no dia 30, de acordo com o organismo.

 

Com AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.