FMI reconhece conselho de transição como governo da Líbia

Fundo monetário vai trabalhar junto com o Conselho Nacional de Transição para ajudar o país

Reuters

10 Setembro 2011 | 10h15

O Fundo Monetário Internacional (FMI) reconheceu o Conselho Nacional de Transição da Líbia como representante do governo do país e vai enviar uma equipe à região assim que a segurança permitir. A declaração foi feita neste sábado, 10, pela diretora do FMI, Christine Lagarde.

 

"Estou muito contente em informar que o FMI agora reconhece o conselho interino governamental como governo oficial da Líbia. Neste contexto, o fundo vai estar preparado para ajudar as autoridades em todos os serviços que o fundo oferece", disse Lagarde em coletiva de imprensa de um enconrto do G8 na cidade mediterrânea de Marselha, na França.

 

"Eu vou enviar uma equipe de campo à Líbia assim que a segurança for apropriada no local para meus funcionários", ela disse.

 

Os representantes financeiros do G8 se comprometeram neste sábado um financiamento dde US$ 38 bilhões à Tunísia, ao Egito, ao Marrocos e à Jordânia entre 2011 e 2013 e afirmaram que o conselho de  transição seria convidado a participar do programa. 

 

O ministro de Finanças da França, François Baroin, disse que o FMI adiantaria outros US$ 35 bilhões em financiamentos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.