FMI vai se reunir em 30 de abril para discutir Ucrânia

O Conselho Executivo do Fundo Monetário Internacional (FMI) vai se reunir em 30 de abril para aprovar um programa de empréstimos de dois anos no valor entre US$ 14 bilhões e US$ 18 bilhões para a Ucrânia, afirmou Gerry Rice, diretor de comunicação do FMI. Segundo ele, o fundo espera que Kiev se comprometa a implementar o programa e seja capaz disso.

AE, Agência Estado

24 de abril de 2014 | 12h13

O governo ucraniano apresentou todos os documentos necessários, que a equipe do FMI está checando e, com base neles, "uma reunião do conselho está planejada para 30 de abril", disse Rice. O programa inclui o pagamento de dívidas de gás da Ucrânia com a Rússia e o pagamento antecipado de fornecimentos futuros de energia, segundo Rice.

Perguntado se o FMI está preocupado com a situação política ainda tensa na Ucrânia em meio a disputas com a Rússia, Rice disse que o papel do fundo inclui "trabalhar em situações algumas vezes muito difíceis, onde os países-membros enfrentam circunstâncias frágeis, com turbulência doméstica".

No entanto, a assistência só é aprovada se o fundo "estiver confiante de que um país-membro tem capacidade para implementar (o programa)", disse Rice. "Nós acreditamos que esse é o caso, portanto permanecemos comprometidos e engajados."

Rice acrescentou que o Conselho Executivo do FMI deverá se reunir em meados de maio para discutir a quinta revisão do programa de empréstimo fornecido à Grécia e liberar a próxima parcela da ajuda. Fonte: Market News International.

Tudo o que sabemos sobre:
FMIUCRÂNIARÚSSIAPROGRAMAAJUDA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.