'Fogo amigo' da Otan mata 7 policiais afegãos

O Ministério do Interior do Afeganistão informou que um ataque aéreo da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), cujo alvo eram insurgentes, acabou matando sete policiais na província de Kunduz, norte do país.

AE-AP, Agencia Estado

18 de fevereiro de 2010 | 16h53

O porta-voz do Ministério, Zemari Bashary, disse que um comboio conjunto de forças da Otan e afegãs, perto da cidade de Imamsaheb, em Kunduz, foi atacada por insurgentes por volta das 15h (horário local).

Ele disse que dos dois lados trocaram disparos e as tropas aliadas pediram ajuda aérea. Porém, a bomba jogada pelo avião atingiu o veículo da polícia, matando sete e ferindo dois policiais.

Segundo Bashary, já tiveram início as investigações sobre o que aconteceu. Um porta-voz da Otan disse que a coalizão está "ciente do incidente" e tentar reunir informações antes de divulgar um comunicado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.