Fogo destrói cidade indiana na Caxemira e fere 100

A causa provável foi o uso de aquecedores pelos moradores para combater o frio intenso da região

Associated Press

24 de outubro de 2007 | 05h26

O fogo destruiu uma pequena cidade na remota e montanhosa porção indiana da Caxemira, devastando todas as 160 casas de madeira e ferindo cerca de 100 pessoas, disse um oficial nesta quarta-feira, 24.   De acordo com a polícia a causa provável foi o uso de aquecedores pelos moradores para combater o frio intenso da região. A devastação provocada pelas chamas ocorreu na noite de segunda-feira, 22, em Margi, uma cidade a 250 quilômetros ao norte de Jammu, a capital de inverno do estado indiano de Jammu Caxemira, reportou o deputado Shahid Inayatullah.   Todas as 350 famílias da pequena cidade perderam suas casas, disse Inayatullah à Associated Press. "160 casas, uma mesquita, uma escola e cerca de 60 abrigos de gado foram destruídos pelo fogo", afirmou Inayatullah.   As operações de resgate foram dificultadas pelo difícil acesso à região.   Na terça-feira, 22, dois helicópteros da força aérea levaram até o local 100 abrigos provisórios, 240 cobertores, 25 sacos de dormir, remédios e equipes de médicos e paramédicos, acrescentou Inayatullah. O foco acabou após reduzir a cidade à cinzas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.