Fogo destrói mais de mil casas na Califórnia

A redução dos ventos na Califórnia trouxe alívio ontem para os bombeiros que tentam, desde quinta-feira, controlar a propagação dos incêndios que atingiram uma área de 88 quilômetros quadrados no sul do Estado.Até ontem, o fogo já havia destruído pelo menos 1.000 casas - desde residências modestas até mansões de celebridades do cinema e da TV. Cerca de 50.000 pessoas foram obrigadas a deixar suas casas e procurar proteção em abrigos do governo.A polícia começou ontem a procurar corpos de idosos e deficientes que não teriam conseguido fugir a tempo em uma das áreas mais atingidas pelas chamas - um estacionamento de trailers na região de Los Angeles."O fogo passou tão rapidamente que não houve maneira de apagá-lo", afirmou o governador do Estado, Arnold Schwarzenegger. "Esses têm sido dias difíceis para o povo do sul da Califórnia. Tivemos a combinação perfeita - fortes ventos, altas temperaturas e muita seca." A área mais atingida está concentrada n um triângulo geográfico entre os condados de Los Angeles, Orage e Santa Bárbara .A temporada de incêndios na Califórnia vai de junho a outubro e há anos é uma ameaça por causa da seca contínua. Há um ano, 30 incêndios tomaram conta do sul do Estado por uma semana, destruindo mais de 2.000 casas e obrigando mais de 500.000 pessoas a fugirem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.