Foguetes atingem a base aérea dos EUA no Afeganistão

O Estado Islâmico reivindicou o ataque que não deixou vítimas

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de abril de 2020 | 04h38

Cinco foguetes atingiram uma importante base aérea dos EUA no Afeganistão na quinta-feira, 9, mas não houve vítimas, disse a força liderada pela Otan no Afeganistão, em um ataque reivindicado pelo grupo militante do Estado Islâmico.

O ataque ocorre quando o governo afegão lançou a libertação de prisioneiros do Taleban de uma prisão perto da base de Bagram, como parte de uma etapa de construção de confiança em um acordo de paz entre os EUA e o Taleban. O acordo visa encerrar cerca de duas décadas de guerra no Afeganistão.

"Cinco foguetes foram disparados no aeroporto de Bagram nesta manhã", disse a missão liderada pela Otan, Resolute Support, no Twitter. "Não houve vítimas ou feridos."

Os foguetes que atingiram o maior complexo militar dos EUA no Afeganistão foram disparados de um veículo estacionado em uma vila adjacente.

Cem membros do Taleban estão programados para serem libertados nessa quinta-feira do centro de detenção próximo à base, após a libertação na quarta-feira de 100 membros do grupo islâmico radical.

O acordo de troca de prisioneiros prevê que o governo liberte cinco mil prisioneiros do Taleban, com o Taleban libertando mil membros das forças de segurança afegãs em troca.

Mas o Taleban rejeitou a proposta, dizendo que não conseguiu verificar quais prisioneiros haviam sido libertados.

O governo afegão disse que estava comprometido em honrar o acordo, mas não libertaria comandantes do Taleban acusados ​​de realizar alguns dos ataques mais brutais dos últimos anos. / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistão [Ásia]Taleban

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.