Foguetes atingem a Jordânia perto da fronteira de Israel

Dois foguetes atingiram hoje uma área perto do porto de Aqaba, na Jordânia, segundo uma fonte de segurança local. Nenhuma pessoa ficou ferida pelos disparos. Só um depósito sofreu danos menores.

AE, Agência Estado

22 de abril de 2010 | 10h28

Um dos foguetes caiu no Mar Vermelho e o outro, no depósito. "A investigação preliminar determinou que a explosão no porto de Aqaba na manhã desta quinta-feira foi causada por um foguete Katiusha", disse o funcionário do setor de segurança, citando fontes próximas aos investigadores. "Um segundo foguete Katiusha foi encontrado em águas jordanianas" no Mar Vermelho, acrescentou, pedindo anonimato.

O ministro da Informação da Jordânia, Nabil Sharif, confirmou que houve uma explosão em um depósito em Aqaba. A mídia israelense afirmou que um foguete caiu no Mar Vermelho perto do resort israelense de Eilat, menos de dez quilômetros de Aqaba.

O canal 10 de Israel inicialmente afirmou que os foguetes foram disparados da Jordânia. Depois, afirmou ser possível que eles tenham partido da península do Sinai, no Egito. Funcionários de segurança egípcios negaram que quaisquer foguetes tenham sido disparados da Península do Sinai, território que faz fronteira com o sul de Israel e com a Faixa de Gaza, controlada pelo Hamas.

Ataques

Houve no Sinais entre 2004 e 2006 uma onda de ataques a turistas que matou mais de cem pessoas. Na semana passada, foi emitido um alerta de segurança de autoridades de Israel, pedindo para seus cidadãos deixarem o Sinai, pois haveria riscos de sequestros de turistas israelenses. Uma porta-voz militar israelense afirmou que o incidente com os foguetes estava sob investigação. Nenhum grupo assumiu a autoria dos lançamentos.

O edifício jordaniano atingido pelo foguete contém produtos derivados da borracha e fica no limite norte de Aqaba. A cidade pertence a uma zona econômica especial, estabelecida por autoridades jordanianas em 2001.

Aqaba e Eilat são portos vizinhos do Mar Vermelho de Jordânia e Israel. Os dois países firmaram um acordo de paz em 1994, após décadas de desavenças e conflito. Os dois portos circundam o Golfo de Aqaba, uma faixa estreita de água limitada por um lado pela Península do Sinai e pelo outro pela Arábia Saudita. Em agosto de 2005, três foguetes Katiusha foram disparados em Aqaba. Um deles atingiu um edifício e matou um soldado jordaniano. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Jordâniafoguetesfronteira

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.