Foguetes caem perto de base americana no Afeganistão

Insurgentes supostamente ligados ao Taleban e à Al-Qaeda dispararam dois foguetes contra um aeroporto utilizado como base pelo Exército dos Estados Unidos, estilhaçando janelas de edifícios construídos no local, mas sem causar ferimentos, informou um militar afegão. Os foguetes explodiram em um campo perto da pista de pouso da base militar, revelou o general Abdul Malik Malikzai, comandante da 9ª Brigada do Exército do Afeganistão. "O Taleban e a Al-Qaeda promoveram o ataque porque uma operação foi desencadeada contra eles na região", afirmou Malikzai durante entrevista. A coalizão militar liderada pelos Estados Unidos no Afeganistão iniciou há uma semana a Operação Resolução da Montanha nas províncias afegãs de Nuristão e Kunar. Ambas fazem fronteira com a província onde situa-se Jalalabad. A operação especial envolve tropas terrestres escoltadas por helicópteros artilhados em uma região de montanhas escarpadas e cobertas por neve. Houve diversos choques nos últimos dias. Durante os confrontos noticiaram membros da coalizão, os aliados mataram ou capturaram diversos combatentes inimigos. Não houve vítimas entre os soldados da coalizão. O Exército dos EUA havia informado hoje que supostos insurgentes do Taleban dispararam dois foguetes contra uma base da coalizão na província de Paktika, na fronteira com o Paquistão, mas não havia relatos sobre vítimas. O ataque ocorreu na noite de ontem. O alvo foi uma base nos arredores de Shkin, disse o coronel Rodney Davis, porta-voz do Exército dos EUA na Base Aérea de Bagram, ao norte de Cabul. Acredita-se que os persistentes ataques venham sendo promovidos por rebeldes ligados à milícia fundamentalista islâmica do Taleban, que governo o Afeganistão por cinco anos até ser deposta no fim de 2001 em meio a uma operação militar americanas, e por seguidores da rede extremista Al-Qaeda, liderada pelo milionário saudita no exílio Osama bin Laden.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.