Kurdistan 24 Channel/AFP
Kurdistan 24 Channel/AFP

Foguetes voltam a atingir base com tropas americanas no Iraque 

Nenhum grupo reivindicou imediatamente a autoria do ataque, mas facções armadas que autoridades iraquianas afirmam ser apoiadas por Teerã promoveram incidentes similares no passado

Redação, O Estado de S.Paulo

15 de março de 2021 | 17h20

BAGDÁ - Ao menos sete foguetes foram disparados nesta segunda-feira, 15, contra uma base aérea com tropas americanas ao norte de Bagdá, no último episódio de uma série de bombardeios no Iraque pelos quais Washington responsabiliza facções pró-Irã. Dois dos projéteis atingiram a base, sem deixar vítimas. 

Em 4 de março, um funcionário terceirizado americano morreu de crise cardíaca depois de um ataque contra outra base aérea, a de Ain al Assad, no oeste desértico do Iraque.

No ataque desta segunda-feira contra a base de Balad, autoridades iraquianas disseram que não houve feridos. Cinco dos foguetes caíram nos arredores da base, em uma área rural, também sem causar vítimas, segundo afirmou uma fonte de segurança à agência de notícias France Presse

Nenhum grupo reivindicou imediatamente a autoria do ataque, mas facções armadas que autoridades iraquianas afirmam ser apoiadas por Teerã promoveram incidentes similares no passado.

Desde meados de fevereiro foram retomados os disparos de foguetes no Iraque contra tropas americanas ou a Embaixada dos EUA. 

Inimigos, a República Islâmica do Irã e os EUA têm presença e aliados no Iraque. Os EUA mantêm ali 2,5 mil militares e o Irã tem o apoio, entre outros, da Hash al Shaabi, poderosa coalizão de paramilitares integrada ao Estado iraquiano, composta principalmente por braços armados e financiados pelo Irã./AFP e REUTERS  

Tudo o que sabemos sobre:
Iraque [Ásia]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.