<font class=chapeu>IMPASSE</font><BR>Blair, Chirac e Schroeder sem acordo sobre o Iraque

O chanceler alemão Gerhard Schroeder, o presidente francês Jacques Chirac e o primeiro-ministro-britânico Tony Blair não chegaram a acordo sobre a questão do Iraque, na reunião de hoje em Berlim. "Ainda não temos uma linha comum", disse Chirac, depois de mais de duas horas de reunião. Schroeder destacou que os três países europeus concordam que deve haver uma perspectiva de democracia e estabilidade para o Iraque. "Mas sobre os métodos ainda temos de discutir", disse o chanceler alemão. O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, disse que, "em princípio" há uma posição comum. "Todos queremos que o Iraque seja estabilizado, e também estamos de acordo que as nações Unidas devem ter um papel-chave na reconstrução do Iraque". Os detalhes sobre uma resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas sobre o Iraque têm "de ser da responsabilidade" deste órgão, disse o primeiro-ministro britânico.

Agencia Estado,

20 Setembro 2003 | 10h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.