Força Aérea de Israel ataca quartel-general de Arafat

Caças F-16 da Força Aérea de Israel dispararam mísseis contra o quartel-general da Autoridade Nacional Palestina em Belém, na Cisjordânia. Não há informes sobre vítimas. Funcionários da Autoridade Palestina disseram que o prédio atacado havia sido evacuado há alguns dias, porque um ataque israelense já era previsto. As Forças Armadas de Israel não comentaram o incidente, ocorrido horas depois de o presidente do Egito, Hosni Mubarak, propor um encontro de cúpula entre o primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, e o presidente da Autoridade Palestina, Yasser Arafat. Também hoje um ataque israelense deixou uma mulher e cinco crianças palestinas mortas em Ramallah, na Cisjordânia. Um tanque israelense disparou contra um automóvel pertencente a Hussein Abu Kweik, militante do grupo radical palestino Hamas. Ele não estava no veículo, que levava a mulher de Kweik e seus três filhos, de 17, 14 e 8 anos de idade. Todos foram mortos, assim como um garoto de 16 anos e uma menina de 4, também palestinos, que viajavam em outro carro que passava pelo local no momento do ataque. O ministro israelense da Defesa, Binyamin Ben-Eliezer, disse "lamentar a perda da vida de civis palestinos". As informações são da Associated Press, citada pela Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.