Força da ONU é indispensável em Cabul, diz Zahir Shah

"Uma força de segurança em Cabul sob bandeira da Organização das Nações Unidas (ONU) é indispensável", declarou o ex-rei afegão Zahir Shah em entrevista publicada neste domingo pelo Il Giornale, de Milão. O ex-monarca confirma na entrevista que uma delegação comandada por ele participará da conferência de terça-feira nos arredores de Bonn, onde será feito um pedido para que uma força internacional se ocupe da desmilitarização da capital e que seja constituído no país um governo que represente"todo o povo afegão". "Nosso objetivo é a convocação da Loya Jirga (assembléia) e, ainda antes, a criação de um conselho de segurança, uma Loya Jirga de emergência." Para ele, sem a formação da assembléia, nenhum governo gozará de estabilidade nem legitimidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.