Força de oposição iraquiana não apoiará os EUA

Forças de oposição iraquianas, apoiadas pelo Irã, não lutarão ao lado das tropas dos EUA e poderão opôr-se ao comando das forças militares norte-americanas se Saddam Hussein for deposto, disse o comandante da brigada Badr, Zaid Husseini. Ele previu uma rápida derrota das forças de Saddam no norte e sul do país, onde a oposição ao regime iraquiano é forte, mas alertou que a batalha pela capital, Bagdá, será longa. A Brigada Badr, braço militar da Corte Suprema Mulçulmana Chiita para a Revolução Islâmica do Iraque, possui cerca de 5 a 30 mil soldados no sul do Iraque e na região de oposição curda do norte. "Não estamos nem com Hussein, tampouco com os americanos. Temos nossa própria opinião e nosso próprio projeto será alcançado", afirmou Husseini.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.