Forças americanas e afegãs realizam varredura após combates

Milicianos afegãos e soldados dos EUA iniciaram nesta terça-feira uma operação de varredura após um bombardeio contra supostos esconderijos doTaleban e violentos combates terem causado a morte de dezenas de insurgentes, informou uma autoridade local.Entre 100 e 150 soldados afegãos receberam hoje apoio dos militares americanos para vasculhar a escarpada região sudeste do Afeganistão, onde caças de combates dos EUA destruíram ontemum suposto esconderijo do Taleban, disse Khalil Hotak, chefe do serviço secreto da província de Zabul.O confronto de ontem resultou no mais contundente ataque aéreo americano depois do início de uma série de ações rebeldes contra alvos do governo afegão durante as últimas semanas.Os recentes ataques contra policiais e funcionários do governo local complicaram os esforços liderados pelos EUA para reconstruir o país devastado por mais de duas décadaspraticamente ininterruptas de sucessivas guerras. As ações indicam a possibilidade de a milícia fundamentalista islâmica do Taleban ter conseguido se reagrupar e reorganizar.De acordo com Hotak, o Taleban opera ao lado de remanescentes da rede extremista Al-Qaeda, liderada pelo milionário saudita no exílio Osama bin Laden, e soldados leais ao senhor da guerra eex-primeiro-ministro Gulbuddin Hekmatyar.Ele não forneceu nenhuma evidência capaz de sustentar sua acusação, mas garantiu que existem relatórios secretos segundo os quais cidadãos paquistaneses e de outras nacionalidadesestariam entre os milicianos foragidos - sem esclarecer como essa informação foi obtida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.