Forças Armadas anunciam que tomaram o poder em Fiji

O comandante das Forças Armadas de Fiji, Frank Basinamarama, anunciou nesta terça-feira que tomou o poder no país e destituiu o Governo do primeiro-ministro Laisenia Qarase.Bainamarama disse em entrevista coletiva que assumiu tanto o poder Executivo quanto a Presidência, e que formará um governo interino. O presidente do país, Ratu Josefa Iloilo, deu sinal verde aos militares para tomar o poder.Ele justificou seu ato como forma de acabar com a crise política, segundo o site de notícias Fijilive. Jona Senilagakali foi nomeado primeiro-ministro interino até a formação de um novo Governo interino.O general disse que não pretende prender o primeiro-ministro deposto nem os membros de seu gabinete. Ele acrescentou que a Constituição de 1997 continua em vigor, exceto pelos poderes de emergência.Pouco antes da entrevista coletiva, Qarase tinha denunciado que estava sob prisão domiciliar, com vários de seus ministros, e que soldados cercavam a sua casa."Estou sob prisão domiciliar e o que vai acontecer depois ninguém sabe", disse Qarase na sua casa, onde estava acompanhado de pelo menos nove ministros, entre eles o de Relações Exteriores, Kaliopate Tavola."Como primeiro-ministro apóio e defendo nossa Constituição, o Estado de direito e a democracia parlamentar em Fiji", disse o governante deposto, em comunicado.Matéria alterada às 5h13 para acréscimo de informação

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.