Forças Armadas darão apoio à polícia na Argentina

As Forças Armadas darão apoio técnico e logístico à polícia da província de Buenos Aires, que tem os mais altos índices de violência criminosa no país, informou o ministério da Defesa argentino. Um esclarecimento oficial dado nesta terça-feira sobre o tema indicou que a colaboração "não implicará na participação de nenhum soldado das Forças Armadas na luta contra a insegurança".A lei de defesa nacional aprovada nos anos 80 proíbe expressamente a intervenção militar em temas de segurança interna. A simples possibilidade de que essa participação militar se concretize provoca forte apreensão nos organismos defensores dos direitos humanos e em boa parte do espectro político. Por isso mesmo o ministro da Defesa, José Pampuro, ressaltou que "a colaboração militar se limitará estritamente ao previsto nas leis de segurança interna e de defesa nacional".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.