Forças de Assad matam 30 dissidentes em Homs

As forças de segurança leais ao ditador sírio, Bashar Assad, mataram ao menos 30 dissidentes em Homs, no final de semana, disseram órgãos ligados à oposição. O Exército também ocupou a cidade de al-Boukamal, perto da fronteira com o Iraque, um dos focos de resistência ao governo. No sábado, na Turquia, grupos contrários a Assad criaram um órgão para unificar a dissidência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.