Forças de Assad reconquistam posições tomadas por rebeldes em Latakia

Região montanhosa habitada por minoria alauita ficou dias sob intensos combates e bombardeios

O Estado de S. Paulo,

19 de agosto de 2013 | 12h58

BEIRUTE - O Exército sírio e tropas de milicianos leais ao presidente Bashar Assad repeliram uma ofensiva rebelde na região montanhosa habitada pela minoria alauita, disseram autoridades e ativistas nesta segunda-feira, 19, após dias de intensos combates e bombardeios aéreos.

O ataque de rebeldes islâmicos nas região, próxima ao Mediterrâneo, levou centenas de aldeões alauitas a se retirarem para o litoral e marcou um grande desafio para a reafirmação do poder de Assad sobre o centro da Síria. Mas o presidente sírio enviou reforços à área acidentada de Latakia, no norte, para repelir o ataque.

O grupo de monitoramento do Observatório Sírio para os Direitos Humanos disse que as forças de Assad retomaram todos os postos de observação militares que os rebeldes haviam tomado, quando lançaram sua ofensiva há duas semanas, e recuperou o controle de nove aldeias alauitas.

O Exército ainda estava tentando recapturar duas aldeias, disse o chefe do observatório, Rami Abdelrahman, acrescentando que intensos combates continuavam na segunda-feira. A agência de notícias estatal Sana disse que o Exército "havia contido os últimos grupos terroristas" na área e apreendido as armas.

Rebeldes mataram 200 pessoas, a maioria civis, e expulsaram centenas de suas aldeias nos três primeiros dias de ofensiva, disseram ativistas. Eles também derrubaram um jato militar, de acordo com imagens de um vídeo amador divulgado no domingo./ REUTERS

 
Tudo o que sabemos sobre:
SíriaBashar AssadLatakia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.