Forças de coalizão enfrentam Guarda Republicana em Basra

Fuzileiros britânicos mataram hoje (31) um coronel da Guarda Republicana iraquiana durante uma série de combates com as forças paramilitares na cidade sulista de Basra, informou o porta-voz das forças da Grã-Bretanha no Golfo Pérsico, capitão Al Lockwood. Segundo ele, cinco outros membros da Guarda Republicana foram tomados como prisioneiros.As força britânicas têm enfrentado os membros das milícias do partido do líder iraquiano Saddam Hussein, assim como outras tropas irregulares na região de Basra. No entanto, é a primeira vez que as forças de intervenção se enfrentam em Basra com a Guarda Republicana, que havia se concentrado mais ao norte, particularmente nos arredores de Bagdá.A rede de televisão árabe Al-Jazira, que tem um correspondente em Basra, havia informado mais cedo a ocorrência de uma troca de fogo de tanques e artilharia, que durou cerca de 90 minutos, próxima a uma ponte no limite oeste da cidade.O comandante da Guarda Republicana teria sido enviado a Basra para "provar e reforçar a determinação entre as milícias do Partido Baath e os paramilitares que operam na região", disse Lockwood.Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.